Miss Brasil 2017 é vítima de racismo no Twitter

22/08/2017

http://www.missnews.com.br/noticias/miss-brasil-2017-e-vitima-de-racismo-no-twitter/

31    0

Internautas alegaram que Monalysa Alcântara venceu o concurso por cotas


Postado por Elisa Manuela Cardoso em 22 de Agosto de 2017 às 11h38


A Miss Brasil 2017, Monalysa Alcântara, eleita no último sábado (19), está sofrendo racismo nas redes sociais. A universitária de 18 anos, natural do Piauí é a terceira negra a vencer o concurso. Os comentários nas redes afirmavam que ela venceu a competição por causa de cotas.


Os internautas do Twitter ficaram indignados com o resultado. Uma mulher chegou a dizer que Monalysa não merecia vencer, pois tem “cara de empregadinha”. 


De acordo com o Código Penal brasileiro, ofender a dignidade ou o decoro utilizando elementos de raça, cor, etnia, religião, origem ou condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência está enquadrado no crime de injúria racial, que estabelece pena de reclusão de um a três anos.


Em contramão às ofensas, muitos internautas comemoraram a vitória da piauiense. O perfil oficial do Miss Brasil no Twitter comentou que a moça “mostrou confiança, atitude e beleza para nossos jurados, e é nossa representante no Miss Universo 2017”. Monalysa ainda não deu nenhuma declaração sobre o ocorrido.


https://www.dm.com.br/cotidiano/2017/08/miss-brasil-2017-e-vitima-de-racismo-no-twitter.html

Talvez você se interesse também por:

Nenhum comentário postado para este post.

Ⓒ MissesNews.com.br  |  Desenvolvimento: